Conheça a caldeira aquatubular: Essencial no processo de geração de energia

jun 15, 2021 | Biomassa, Caldeiras | 0 Comentários

Caldeiras são equipamentos geradores de energia responsáveis pela produção e armazenamento de vapor através do aquecimento da água. Mas, dependendo da necessidade, há a exigência de diferentes modelos de caldeiras, caso da caldeira flamotubular ou caldeira aquatubular.

Se a necessidade for a alta capacidade de geração de vapor e energia sob pressões e temperaturas bastante elevadas, a melhor recomendação é, sem dúvidas, a adoção de uma caldeira aquatubular.

Mas porque esse tipo de caldeira é o mais recomendado para empresas que tem a necessidade de elevadas produções de energia para seus processos? As características deste tipo de caldeira explicam essa recomendação e será isso que veremos neste conteúdo. Confira!

 

Características de uma caldeira aquatubular

As caldeiras aquatubulares são equipamentos destinados à produção de vapor, através do aquecimento de água, recorrendo à queima de qualquer tipo de combustíveis. Mas, para explicar essa caldeira funciona, vale fazer um paralelismo com uma caldeira flamotubular.

Nas caldeiras flamotubulares, os gases da combustão são transportados através de tubos até que eles cheguem ao interior da caldeira, com a água ficando ao redor destes tubos. Já na caldeira aquatubular, o processo ocorre de forma oposta, ou seja, a água a ser aquecida passa no interior de tubos que, por sua vez, são envolvidos pelos gases de combustão.

Além disso, caldeiras flamotubulares são fabricadas com o objetivo de suportar baixas pressões, com uma superfície de aquecimento reduzido, não suportando a exigência de alguns processos específicos.

Por outro lado, a caldeira aquatubular apresenta maiores proporções, este equipamento foi concebido para gerar maiores quantidades de vapor, além de também conseguir suportar níveis bem maiores de pressão.

Caldeira aquatubular | Engecass Vapor

Funcionamento de uma caldeira aquatubular

De modo geral, toda caldeira aquatubular consiste numa fornalha que é trespassada por uma rede de tubos, onde a água é aquecida até, pelo menos, evaporar.

Mas, para uma análise mais detalhada, é preciso considerar os tambores que compõem estas unidades. Estes são recipientes utilizados para o armazenamento de água e vapor. Já os tubos encontram-se na zona inferior do equipamento, e atravessam a zona da fornalha em contra-corrente com os gases de combustão.

Essa característica assegura que o aquecimento ocorra inicialmente numa zona mais “fria” para uma zona mais “quente”, com a água sendo exposta a temperaturas cada vez mais elevadas ao longo do seu trajeto.

Assim que sai da rede de tubos, a água é levada para um tambor na zona superior da caldeira, onde a água coexiste em ambos os estados: gasoso e líquido. O vapor é então separado naturalmente da água, saindo no topo do tambor. A alimentação da água dá-se na zona inferior do tambor, onde, por diferença de densidades, já se encontra a água com temperatura mais baixa.

A água “fria” entra novamente no sistema de tubos no interior da fornalha, dando início a um novo ciclo na geração de energia dentro da caldeira aquatubular.

 

Por que sua empresa precisa de uma caldeira aquatubular?

Por suportar altas pressões e oferecer altos volumes de trabalho, a configuração de uma caldeira aquatubular é muito utilizada em modernos projetos de usinas termoelétricas, principalmente por oferecer maior rendimento na geração de energia, alto controle operacional e alimentação de combustível facilitada.

Mas, quando comparada à uma caldeira do tipo flamotubular, a caldeira aquatubular apresenta algumas vantagens interessantes que estimulam seu uso em alguns processos, onde pode-se citar:

  • Maior capacidade na produção de altos volumes de vapor, exigidos para alguns processos;
  • Consegue trabalhar sempre sob alta pressão;
  • Suporta altas temperaturas;
  • Pode ser alimentada por uma variedade bem grande de combustíveis, caso da biomassa, caracterizada por apresentar baixo poder calorífico e dificuldades de queima;
  • A limpeza dos tubos é simplificada, podendo ser realizada de forma automática;

Por fim, o tempo de vida de uma caldeira aquatubular pode facilmente chegar até 30 anos, desde que ela receba a devida manutenção, com limpezas programadas e seja manuseada da forma mais correta e de acordos com as recomendações do fabricante.

Por fim, a Engecass Caldeiras representa uma empresa que fabrica uma excelente caldeira aquatubular, com este equipamento apresentando alto poder de produção de vapor, tudo em um conjunto de equipamentos compacto, durável e com alta qualidade de construção.

 

Para conhecer a caldeira aquatubular da Engecass Caldeiras, acesse este link e veja suas principais aplicações.

[Catálogo] Baixe nosso catálogo e conheça a divisão vapor! | Baixar Catálogo | Engecass Vapor

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ebook GRÁTIS

Ebook

Conheça a cogeração de energia a partir da biomassa

Catálogo de Produtos Engecass Divisão vapor

Catálogo Engecass VaporConheça nossa linha completa!