Por que você deve realizar a manutenção da sua caldeira?

fev 19, 2021 | Caldeiras | 0 Comentários

A prevenção de acidentes em uma indústria começa com cuidados básicos operacionais, como a correta manutenção da caldeira em funcionamento constante. Mas, ao contrário do que se pensa, os cuidados periódicos são benéficos para o equipamento, podendo aumentar a eficiência do mesmo.

Quando bem realizado, garantirá ainda durabilidade e maior segurança à operação, além de melhor aproveitamento do combustível utilizado.

Por isso, convidamos você a conhecer a importância da manutenção da caldeira, assim como a norma regulamentadora que engloba a manutenção deste equipamento.

Manutenção de caldeiras: Por que é tão importante realizar?

Caldeiras são equipamentos que funcionam sob alta pressão e temperatura, operando em condições extremas. Esse cenário exige das peças e instrumentos, que se mal conservados, pode ocorrer acidentes. Exatamente por isso, a manutenção é fundamental para bom funcionamento e segurança.

No entanto, a manutenção não deve ser realizada somente para preservar as condições físicas, mas também para garantir a segurança da planta industrial e dos colaboradores, já que se trata de um maquinário de alto grau de periculosidade.

Além dessa questão, a manutenção, quando realizada da forma adequada e preventiva, evita falhas e paradas não programadas, que comprometem o dia a dia da indústria e geram altos custos, e garante maior vida útil ao equipamento, fazendo com que o investimento inicial tenha retorno a longo prazo.

A manutenção da caldeira é uma exigência da NR-13

Além das vantagens listadas anteriormente, a manutenção está prevista na legislação, sendo submetida à NR-13 – Caldeiras e Vasos de pressão, aprovada pela Portaria n° 3.214 de 08 de junho de 1978 do Ministério do Trabalho e Emprego.

Esta norma regulamentadora tem como objetivo estabelecer, de forma clara e inequívoca, os requisitos mínimos a serem atendidos pelas empresas para a gestão das caldeiras a vapor, vasos de pressão e tubulações de interligação.

Na NR-13, o fator “manutenção” é amplamente citado, visando a garantia da segurança e da saúde dos trabalhadores quanto à operação destes equipamentos.

Já na introdução, a norma regulamentadora indica:

Esta Norma Regulamentadora – NR estabelece requisitos mínimos para gestão da integridade estrutural de caldeiras a vapor, vasos de pressão e suas tubulações de interligação nos aspectos relacionados à instalação, inspeção, operação e manutenção, visando à segurança e à saúde dos trabalhadores.

Ainda, “Todos os reparos ou alterações em caldeiras devem respeitar o respectivo código do projeto de construção e as prescrições do fabricante”.

Ou seja, o respeito à NR-13 é obrigatório, indicando que, se seguidas as diretrizes listadas, há a prevenção de acidentes que levem ao comprometimento físico dos colaboradores.

Recomendações para realizar a manutenção de caldeiras

Para que o processo de manutenção seja realizado com segurança e eficácia, cabe aos profissionais designados seguir as exigências apresentadas pela NR-13. O primeiro passo é a elaboração de um plano de manutenção da caldeira.

Nele, serão descritos a periodicidade das manutenções, a definição de instrumentos e sistemas de controle, além da atribuição dos profissionais que apresentam competência legal para executar a atividade.

Vale lembrar que os treinamentos específicos quanto a aplicação da NR-13 são fundamentais, assim como reciclagens periódicas.

Dessa forma, a manutenção de caldeiras exige alguns procedimentos importantes, tais como:

  • Contratar profissionais qualificados para realizar as inspeções e manutenções;
  • Seguir todas as recomendações da NR-13;
  • Realizar inspeção dos cruzamentos de soldas;
  • Efetuar um exame completo do funcionamento da caldeira;
  • Inspecionar toda a fiação, assim como toda a manutenção do quadro elétrico;
  • Inspecionar o funcionamento do sistema de alimentação de água;
  • Verificar a saída de vapor;
  • Calibrar e inspecionar todos os dispositivos de segurança do equipamento;
  • Fazer toda a análise do estado de conservação da tubulação de água da caldeira;
  • Efetuar todos os testes nos sistemas de emergência.

Como você pode observar, a manutenção da caldeira é, sem dúvidas, um importante investimento para preservar a segurança do equipamento e dos operadores. Permite ainda o aumento da qualidade e da eficiência da produção.

Ainda tem dúvidas? Então conheça as vantagens das caldeiras industriais e saiba como escolher esse equipamento.

Catálogo divisão vapor da Engecass | Baixar catálogo | Engecass Vapor

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ebook GRÁTIS

Ebook

Conheça a cogeração de energia a partir da biomassa

Catálogo de Produtos Engecass Divisão vapor

Catálogo Engecass VaporConheça nossa linha completa!